Parte do acabamento do teto do setor de desembarque do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, desabou nesta manhã. Ninguém ficou ferido. Segundo a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), a equipe de manutenção e engenharia do aeroporto detectou que um metro quadrado de gesso do teto cedeu porque a tubulação que escoa água da chuva apresentou vazamento. A área foi isolada e funcionários trabalham para reparar o dano.

Nesta manhã, Viracopos recebeu dez vôos alternados – nove que deveriam pousar em Congonhas e um de Guarulhos. Dos dez vôos programados do aeroporto de Campinas, quatro foram cancelados e um teve atraso de mais de uma hora. As companhias aéreas ainda não informaram à Infraero o número de passageiros que desembarcaram em Campinas entre a madrugada e a manhã desta quarta-feira (25).

Embora o movimento no saguão do aeroporto seja maior do que o habitual, desde o acidente com o Airbus da TAM, nem as companhias e nem a Infraero registraram nenhuma ocorrência nos últimos dias. Nesta quarta-feira, o movimento é intenso em Viracopos, mas não há filas nos balcões, nem tumulto.