O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) vai contratar 590 servidores para o cargo de escrevente técnico judiciário. As inscrições para o concurso público estarão abertas do dia 10 de abril até 18 de maio. A remuneração é de R$ 5.697,16, somados os benefícios de auxílio alimentação, saúde e salário.

O edital publicado na última sexta-feira (31) prevê vagas para 460 vagas para São Paulo e Região Metropolitana e outras 130 divididas em 11 cidades do interior paulista. A Fundação Vunesp, organizadora do concurso público, prevê que a data de realização da prova objetiva para 2 de julho deste ano.

Para concorrer, é preciso ter completado o ensino médio. O processo seletivo será dividido em duas etapas:

A primeira contempla prova contendo 100 questões de múltipla escolha, conforme o conteúdo programático divulgado no edital do concurso. Haverá questões de Língua Portuguesa, Direito, Informática, Conhecimentos Gerais e Raciocínio Lógico.

Para a segunda fase, serão convocados os candidatos aprovados na fase inicial para uma prova de digitação e formatação.

Sobre o trabalho
Se aprovado, o servidor terá a função de realizar atividades ligadas à organização e suporte técnico e administrativo, além de ficar responsável por encaminhar processos, elaborar documentos e realizar atendimento ao público.

Historicamente, concursos ligados a Tribunais de Justiça costumam convocar mais pessoas aprovadas nas provas do que a oferta inicial de cargos. Um exemplo disso é que o TJ-SP nomeou 1.789 servidores no último concurso, realizado em 2014, quando a oferta inicial era de 471 vagas.

O candidato deve ficar atento à abertura das inscrições, que devem acontecer exclusivamente através deste link.

Cidades contempladas pelo concurso do TJ-SP

Ao todo, serão ofertadas:

• 400 vagas para São Paulo capital

• 60 oportunidades para as circunscrições judiciárias de Guarulhos, Itapecerica da Serra, Mogi das Cruzes, Osasco, Santo André e São Bernardo do Campo.

• 130 disponibilidades divididas entre as cidades de Campinas, Americana, Amparo, Bragança Paulista, Jundiaí, Limeira, Mogi Mirim, Piracicaba, Pirassununga, Rio Claro e São João da Boa Vista.