Morreu na manhã de hoje em Porto Alegre o ex-governador do Rio Grande do Sul José Augusto Amaral de Souza, 82. Ele foi o último indicado por militares a governar o Estado, no período de 1979 a 1983, como integrante da Arena, partido de sustentação do regime.

 

Antes, Amaral de Souza havia sido vice-governador, deputado federal e estadual. Ele estava doente desde 2006, quando sofreu um AVC (acidente vascular cerebral).

O governador Tarso Genro (PT) decretou luto oficial de três dias no Estado e disse que o político entra para a memória “como um líder respeitado”.
O velório acontece durante a tarde no Palácio Piratini, sede do governo do Rio Grande do Sul.