O Vaticano divulgou nesta terça-feira (19) os "Dez Mandamentos dos Motoristas", aconselhando-os a serem mais prestativos com os outros nas estradas, não beber e rezar durante o trajeto. Emitido pelo escritório para migrantes e pessoas itinerantes do Vaticano, o documento também alerta que os automóveis podem ser "um motivo para o pecado" – particularmente quando são dirigidos perigosamente ou usados para prostituição

O cardeal Renato Martino, que chefia o escritório, afirmou numa entrevista coletiva que o Vaticano sentiu a necessidade de tratar as necessidades pastorais dos motoristas porque dirigir tornou-se uma importante parte da vida contemporânea.

Confira a seguir os mandamentos:

1 – Não matarás;
2 – A estrada deve ser para você um meio de comunhão entre pessoas, e não para ofensa mortal
3 – Cortesia, retidão e prudência o ajudarão a lidar com imprevistos
4 – Seja caridoso e ajude seu vizinho na necessidade, especialmente vítimas de acidente
5 – Carros não devem ser para você uma expressão de poder e dominação e um motivo para o pecado
6 – Convença com tolerância o jovem e os não tão jovens a não dirigir quando não estiverem em condições adequadas para fazê-lo
7 – Apóiem as famílias de vítimas de acidente;
8 – Aproxime os motoristas e suas vítimas, no momento apropriado para que eles possam passar pela libertadora experiência do perdão
9 – Na estrada, proteja a parte mais vulnerável;
10 – Sinta-se responsável perante os outros.