São Paulo – Numa hora em que o PT vive momentos de pesadelo, um ex-patinho feio do partido quer voltar a fazer parte da legenda. Expulso pela direção petista há 20 anos, o ex-deputado Airton Soares já foi convidado pelo presidente da sigla, José Genoino, a resgatar sua ficha de filiado. Ele topa, mas exige retornar em grande estilo. A volta por cima.

Em 1985, Soares, José Eudes e Bete Mendes foram expulsos do PT porque não seguiram a ordem da direção partidária e votaram em Tancredo Neves no Colégio Eleitoral. Soares era líder do partido na Câmara. Agora, o PT quer fechar feridas e celebrar os 25 anos de história exaltando unidade. Mas o próprio Airton já deixou claro de que lado vai ficar no partido. O lado do ministro José Dirceu (Casa Civil). E contra o lado do ministro Antônio Palocci (Fazenda). Em outras palavras, vem aí mais chumbo contra a política de juros altos do governo.