Um temporal com chuva e rajadas de vento derrubou árvores e postes e arrancou telhados em diversas cidades do Rio Grande do Sul na madrugada de hoje. Ao amanhecer, mais de cem mil residências de diversos municípios da região leste do Estado estavam sem energia elétrica. No início da noite de hoje ainda havia cerca de 40 mil casas às escuras.

Em Porto Alegre, o sistema Metroclima, da prefeitura, registrou uma rajada de vento de 110,1 quilômetros por hora no bairro Belém Novo, velocidade superior aos 96,3 quilômetros por hora da tempestade tropical Irene no Central Park, em Nova York. Um prédio da zona leste da capital gaúcha teve sua cobertura arrancada.

Uma caixa d’água caiu dentro de um apartamento. Também ocorreu destelhamento de casas em Bagé. Em Pelotas, Rio Grande, Santa Maria, Caçapava do Sul, Viamão e Novo Hamburgo houve queda de postes e árvores. O 8º Distrito de Meteorologia prevê para amanhã a possibilidade de chuva moderada a forte, com rajadas de vento e trovoadas em áreas isoladas do norte e nordeste do Rio Grande do Sul.