O presidente interino do Senado, Tião Viana (PT-AC), disse nesta quarta-feira (21) que acredita no cumprimento dos prazos regimentais para votar ainda este ano a proposta de emenda constitucional que prorroga até 2011 a Desvinculação de Recursos da União (DRU) e a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), além do Orçamento de 2008. "Temos prazo regimental para votar a CPMF neste exercício", afirmou.

O presidente interino descartou, porém, a proposta de autoconvocação do Senado no período de 22 a 31 de dezembro para votar as matérias. Pela manhã, o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), admitiu ser possível a autoconvocação para que seja concluída a votação dos projetos em dois turnos.