A perseguição de uma viatura da Polícia Militar a um suspeito de furto terminou com a morte do casal Fernando Belchior, de 20 anos, e Ketlyn de Barros Santos, de 19, no final da tarde de quarta-feira, 20, em Salto de Pirapora, região de Sorocaba. De acordo com informações da PM, a viatura perseguia um motociclista que desobedeceu a um sinal de parada na rodovia Francisco José Ayub, quando colidiu com outra moto que vinha em sentido contrário. Em decorrência da colisão, a viatura capotou. Fernando morreu na hora. Sua mulher foi levada para o Hospital Regional de Sorocaba, mas não resistiu.

Os dois policiais que estavam na viatura tiveram ferimentos leves. Familiares das vítimas disseram que a viatura invadiu a pista contrária, causando o acidente, e vão pedir ao Ministério Público Estadual o acompanhamento da investigação. A PM informou que a moto não obedeceu a um sinal de parada e havia suspeita de que fosse produto de furto, o que motivou a perseguição. Segundo a PM, o condutor da viatura perdeu o controle e capotou, atingindo a moto. Uma sindicância vai investigar a conduta dos policiais.

É o terceiro caso de perseguição por policiais que termina em morte na região em menos de um mês. Em 28 de outubro, no Jardim Hungarês, zona norte de Sorocaba, uma viatura perseguia um motorista que ignorou o sinal de parada e o carro atingiu e arrastou uma moto por cerca de cem metros. O piloto, um homem de 45 anos, morreu na hora. Os três ocupantes do carro fugiram.

No último dia 2, o músico Fausto Pará Filho, de 21 anos, morreu após ter o carro atingido por outro veículo que era perseguido por uma viatura da PM em avenida do bairro Campolim, zona sul de Sorocaba. A perseguição ocorreu porque o condutor do outro carro tinha abastecido e saíra sem pagar. A PM informou que a viatura apenas seguia o carro que passara em vários sinais vermelhos.