Um vídeo gravado por celular em que uma estudante agride colega dentro da escola indignou a cidade de São Pedro da Aldeia, um município de 91,5 mil habitantes e que fica a 135 km da capital fluminense. Nas imagens, que teriam sido gravadas na terça-feira, 5, dentro de uma sala de aula da Escola Municipal de Vidal de Negreiros, no bairro Alecrim, uma menina chega a perguntar se “está gravando”. Em seguida, começam as agressões. Ela puxa uma outra, mais baixa, pelos cabelos. A menina agredida cai e sofre uma sequência de tapas e socos. Quando a vítima se levanta, a agressora joga uma cadeira contra ela. Em seguida, acuada, ela vai para um canto da sala e tenta se defender de uma carteira e outra cadeira atiradas contra ela.

Durante todo o período de agressões, um jovem cuida da porta para que ninguém interrompa a violência. O responsável por gravar as imagens tampouco intervém para evitar que a menina mais baixa se machuque.

A direção da escola disse que a secretaria de Educação de São Pedro da Aldeia já foi notificada do fato. A secretaria, por sua vez, confirma que não havia professor na sala quando das agressões e que houve uma apuração interna sobre as circunstâncias em que o caso se deu. A aluna agressora e a vítima deverão ser suspensas por três dias.