Rio

– Após uma estudante ser baleada na Universidade Estácio de Sá, várias ações criminosas voltaram a atingir o Rio. Na manhã de ontem, um ônibus foi incendiado na esquina da Rua Florianópolis com a Rua Albano, na Praça Seca, em Jacarepaguá, na Zona Oeste da cidade. Coincidentemente, no mesmo bairro, o corpo de um homem negro, de aproximadamente 25 anos, foi encontrado com dois tiros na nuca no fim da noite de segunda-feira, em frente ao número 138 da Rua Tenente Frederico Gustavo.

Na madrugada de ontem, também em um coletivo, Iracema Marcelino da Costa, 50 anos, foi morta com um tiro na cabeça, ao reagir a um assalto num ônibus da Empresa Oriental, que fazia a linha S-14 (Praça Tiradentes-Campo Grande). O ônibus trafegava pela Avenida Brasil, pista sentido Santa Cruz, e quando passava nas proximidades do Motel Bariloche, em Realengo, um homem anunciou o assalto e tentou arrancar a bolsa da passageira. A mulher reagiu agarrando seus pertences e acabou sendo friamente executada pelo bandido, que obrigou o motorista a parar o carro e fugiu.