O calouro vítima de trote violento na Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp), em março, ganhou na Justiça o direito de se transferir para a Universidade Federal de Minas Gerais.

Após ter recurso negado em primeira instância, o Tribunal Regional Federal da 1ª Região autorizou a mudança. O aluno abandonou a Famerp após ser humilhado em festa de calouros. Ele foi encontrado inconsciente e seminu, com vômito e urina sobre o corpo, à beira de uma piscina, em um clube local.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Paraná Online no Facebook