A governadora Wilma de Faria (PSB-RN) determinou a suspensão de pagamento de dívidas de todos os fornecedores da administração pública norte-rio-grandense por 60 dias, prorrogáveis por mais 30 dias. Segundo o secretário de Administração e Recursos Humanos, Honório Medeiros Filho, o Estado vai abrir um processo de licitação nacional para contratação de uma empresa de auditoria para investigar qual é o montante dos débitos do Estado junto aos fornecedores.

De caráter preventivo, a medida tem o objetivo de possibilitar ao governo fazer lastro financeiro na Conta Única do Estado. “O governo passado (de Fernando Freire (PPB/RN) deixou o caixa estadual exaurido, no osso”, destaca Medeiros ao dizer que a caixa preta está sendo aberta e a cada dia são encontrados novos problemas. O secretário prefere não quantificar o déficit em números. “Ainda não dispomos do total de fornecedores envolvidos nem qual o valor do montante a pagar”, afirma ele, ao complementar que quantias ou contratos irregulares, poderão ser cancelados.