Carlos "Açougueiro" Nascimento, de 28 anos, tenta conquistar neste sábado (19), em Hamburgo, na Alemanha, o título mundial dos médio-ligeiros, versão Organização Mundial de Boxe, diante do ucraniano Sergiy Dzinziruk, que fará a terceira defesa do cinturão. Os dois estão invictos: o brasileiro já lutou 16 vezes enquanto o adversário disputou 33 combates.

Se Carlão vencer, o Brasil vai somar o nono título mundial no boxe. São quatro com Popó, outros dois com Eder Jofre, um com Miguel de Oliveira e outro com Valdemir Pereira, o Sertão.

Esta será a primeira luta internacional de Carlão, que construiu sua carreira no interior de São Paulo. Seu cartel não entusiasma. Das 16 vitórias, sete foram contra adversários que não apresentavam vitórias em suas carreiras. E outros quatro somavam mais derrotas que vitórias.

Entre seus adversários ao longo da carreira, destaque para Valmir Rosário, que tinha 15 vitórias e 20 derrotas, e Lorival Luiz da Silva, com duas vitórias e 36 derrotas.

Carlão é treinado por Edson "Xuxa" do Nascimento, ex-peso leve, que encerrou a carreira, em 2004, invicto, aos 32 anos, após 47 lutas (40 nocautes e um empate) por causa de um problema de visão.