Os brasileiros despencaram no primeiro ranking divulgado pela Associação de Tenistas Profissionais (ATP) neste ano. Eliminado na primeira rodada do Torneio de Chennai, na Índia, Thiago Alves perdeu 20 posições e caiu para o 127.º lugar, com 360 pontos.

O segundo atleta do Brasil mais bem colocado é Ricardo Mello, na 136.º posição, com 343 pontos. Ele ultrapassou Flávio Saretta, que despencou 34 colocações e caiu para 152.º, com apenas 299.

Grande nome do País, Gustavo Kuerten, que tenta recuperar o ritmo que o levou ao topo de Roland Garros, recuou um posto e agora é o número 1079. Em contrapartida, Rogério Dutra Silva, semifinalista do Aberto de São Paulo, ganhou 54 posições e foi para o 210.º lugar.

Dentre os dez melhores, a novidade ficou por conta do croata Ivan Ljubicic, que assumiu a quarta posição ao ultrapassar o norte-americano James Blake. O suíço Roger Federer permanece com tranqüilidade na liderança.

Os 10 melhores da ATP:

1.º Roger Federer/SUI – 8.120 pontos

2.º Rafael Nadal/ESP – 4.525

3.º Nikolay Davydenko/RUS – 2.825

4.º Ivan Ljubicic/CRO – 2.570

5.º James Blake/EUA – 2.530

6.º Andy Roddick/EUA – 2.415

7.º Tommy Robredo/ESP – 2.375

8.º David Nalbandian/ARG – 2.295

9.º Mario Ancic/CRO – 2.060

10.º Fernando González/CHI – 2.015