O procurador-geral da República, Geraldo Brindeiro, disse hoje que poderá requisitar a abertura de um inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) para investigar o suposto envolvimento em esquema de cobrança de propinas envolvendo o presidente nacional do PT, deputado federal José Dirceu (SP). ?Confirmado o teor do que vem sendo veiculado pela imprensa, vou pedir a abertura de inquérito para investigar o caso?, afirmou o procurador-geral.

Brindeiro explicou que tomará a decisão após analisar material que lhe será entregue pessoalmente, até terça-feira, pelo procurador-geral de Justiça de São Paulo, Luiz Antonio Marrey. Segundo Brindeiro, se uma eventual investigação concluir que há provas contra José Dirceu, o deputado poderá ser denunciado no STF por corrupção ativa, peculato e crime eleitoral.