O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, declarou-se "horrorizado" com o massacre ocorrido nesta segunda-feira (16) na Universidade Politécnica de Virgínia e disse que episódios como este afetam estudantes em todo o país. "As escolas deveriam ser locais seguros de retiro e aprendizado", comentou Bush ao reagir à morte de mais de 30 pessoas no campus universitário. "Quando esse retiro é violado, o impacto é sentido em todas as salas de aulas dos Estados Unidos, assim como em todas as comunidades americanas", prosseguiu o presidente.

Bush conversou com o governador de Virgínia, Timothy M. Kaine, e com o reitor da universidade, Charles Steger. "Disse a eles que Laura, eu e muitas outras pessoas de todo o país estão orando pelas vítimas e por todos os integrantes da comunidade universitária, devastados por esse terrível tragédia", prosseguiu Bush em pronunciamento feito na tarde de hoje em Washington.

"Hoje nossa nação vela por aqueles que perderam entes queridos na Politécnica de Virgínia", comentou. "Temos as vítimas no coração. Elas estão em nossas orações e pedimos a Deus que conforte aqueles que hoje sofrem.