Brasília – O presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), condenou a criação de eventuais comissões parlamentares de inquérito (CPIs) que possam abrir espaço, no Legislativo, para o debate eleitoral e "encurralar" políticos. Calheiros fez essa declaração em resposta a uma pergunta sobre a criação da CPI das Privatizações, decidida ontem (16) pelo presidente da Câmara, Aldo Rebelo (PC do B-SP).

"A CPI das Privatizações não é aqui no Senado. Por favor, o endereço dessas loucuras não é aqui no Senado", declarou, numa crítica a Rebelo. "Sou contra qualquer coisa que signifique abrir um espaço para um debate político-eleitoral para encurralar correntes. Isso atrapalha muito o processo político. , seja de que lado for; o que precisamos é discutir idéias, o que cada partido pensa como modelo de nação, e não encurralar uns ou outros", disse.