Manifestação dos estudantes e
professores da UFPR na Santos Andrade.

Representantes do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Universidade Federal do Paraná (UFPR) , do Sindicato dos Servidores do Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet), da Fundação da UFPR (Funpar) e da Associação dos Professores da UFPR (APUFPR) realizaram hoje, na praça Santos Andrade, em Curitiba, o lançamento da campanha UFPR Viva, que tem como objetivo promover ações em defesa da universidade pública, gratuita e de qualidade.

Os participantes, munidos de faixas e cartazes, fizeram três reivindicações básicas para a manutenção do ensino superior de qualidade dentro da UFPR: aumento de vagas para professores, contratação imediata de professores efetivos e servidores técnico-administrativos, além de ampliação do repasse de recursos federais para a instituição.

Segundo a reitoria da UFPR, em 2004 haverá uma carência de cerca de quinhentos docentes efetivos dentro da instituição. Devido à reforma tributária, 88 professores se aposentaram desde o início deste ano. Para o ano que vem, a previsão é que mais 135 aposentadorias sejam efetuadas. Dos 1.775 professores hoje em atividade na instituição, 336 são substitutos. (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)