Stephane de Sakutin/AFP

Uma entrevista à imprensa da equipe da Coreia do Norte foi cancelada no último momento, na tarde desta sexta-feira, no estádio de Makhupong, perto de Johannesburgo, sem explicações, e o assessor de imprensa da Fifa, Glenn Gordon Watson, recusou-se a falar qualquer coisa. Apesar da presença de 200 jornalistas da imprensa internacional, a entrevista não aconteceu. Os profissionais puderam assistir no primeiro quarto de hora ao treinamento norte-coreano e tirar fotos, mas ninguém respondeu a perguntas. Pela manhã, surgiram rumores da possível deserção de quatro jogadores norte-coreanos, ausentes da partida disputada contra o Brasil na terça-feira passada (1-2). A delegação norte-coreana desmentiu por intermédio da Federação Internacional de Futebol (Fifa).