Dois canhões usados como artilharia antiaérea saíram às 4h30 de hoje do Porto de Santos, no litoral paulista, e estão a caminho do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica, Guarulhos. Os canhões estavam na fortaleza criada em 1902 para proteger a Baía de Santos e serão usados no esquema de proteção do espaço aéreo da Grande São Paulo enquanto o presidente dos Estados Unidos, George W.Bush estiver em São Paulo

Segundo informações da TV Globo de Santos, os canhões são de 30 a 40 milímetros, disparam 1.100 projéteis por minuto e podem atingir um alvo em movimento a 3 mil metros de altura.

Bush chega hoje a São Paulo, onde passará cerca de 20 horas até sua partida, amanhã. Ele desembarca em Guarulhos com a primeira-dama, Laura Bush. No País, o principal objetivo de Bush é negociar a produção e comercialização de etanol e biodiesel. Ele passará, além do Brasil, pelo Uruguai, Colômbia, Guatemala e México até dia 14.