O capitão do Real Madrid, Raul, disse que Ronaldo foi egoísta ao comentar sobre sua relação com a torcida do Real Madrid às vésperas do confronto contra o Arsenal.

"O momento não era propício. Não julgo se seus sentimentos são corretos ou não, porque são dele. Mas turvou a magia da partida pela Liga dos Campeões ao pensar mais em si próprio do que na equipe."

Ronaldo disse no início da semana nunca ter se sentido em casa jogando no estádio Santiago Bernabéu e reclamou da falta de carinho e de paciência dos torcedores com ele.

Raul foi além ao comentar a carência de Ronaldo. "Ronaldo é querido no Bernabéu quando faz bem o seu trabalho, quando faz gols. O público é exigente com todos, mas nós o ajudamos com tudo que podemos, mas ele também tem de fazer a sua parte", disse.

Para azar de Ronaldo, após seus comentários sobre a possibilidade de deixar o clube, o Real Madrid foi derrotado pelo Arsenal, em casa, pela Liga dos Campeões, por 1 a 0. O jogo de volta será em 8 de março.

O brasileiro disse que ao final da temporada vai decidir o que fazer de sua carreira, insinuando que pode deixar o clube. Com dez gols marcados, Ronaldo é o maior artilheiro da equipe na temporada.