Com tiros na face e costas, foi assassinado, na noite de domingo, o carcereiro Elias Pereira Dantas. Ele estava em frente ao número 9 da Rua Atenas, na Vila Califórnia, quando dois homens em uma motocicleta se aproximaram e dispararam. Ele chegou ser socorrido no PS de Vila Alpina, onde já deu entrada morto. O inquérito policial foi instaurado na Delegacia Seccional Leste, que funciona no prédio do 10º DP (Penha).

Além do ataque à residência de um capitão PM, na Rua Olavo Egídio de Souza Aranha, no bairro de Cangaíba, na zona leste, onde aos tiros na porta e parede juntou-se incêndio no veículo do policial que estava na garagem, foi atacada a casa de um sargento, na Vila Califórnia, na mesma região. A casa, na Rua dos Municípios, pertence a um sargento PM lotado na Cavalaria. O ataque aconteceu por vota das 22 horas e ninguém foi ferido.

Em Poá, na Grande São Paulo, uma guarnição policial foi atingida por disparos na Av. Henrique Heroles, sobre um viaduto. Os autores, dois homens, estavam em um Stilo preto. Houve perseguição por policiais da Rota (Rodas Ostensivas Tobias de Aguiar) e, mais adiante, em um confronto, os dois foram baleados e morreram. Com eles havia uma pistola de calibre 45 e um carabina de calibre 12. Ainda na madrugada houve ataque à base policial da Av. Israel, em Franco do Rocha, também na Região Metropolitana de São Paulo. Um homem aproximou-se e efetuou seis disparos, fugindo em seguida. Ninguém foi atingido.