Os cartões estavam sendo usados praticamente
apenas por idosos, deficientes e estudantes.

Depois de um ano e meio sendo utilizado praticamente apenas por idosos, deficientes e estudantes, o cartão-transporte vai servir a todos os usuários da Rede Integrada de Transporte (RIT) de Curitiba e Região Metropolitana.

O anúncio foi feito hoje, pela presidente da Urbanização de Curitiba (Urbs) ? empresa que, ao lado da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec), gerencia o transporte coletivo na Grande Curitiba ?, Yára Eisenbach. Já a partir de domingo passam a valer as regras da fase transitória do projeto.

As fichas metálicas de vale-transporte não serão extintas de uma vez. Até o dia 17 de setembro os ônibus aceitarão os vales metálicos e vales de papel, confeccionados especialmente para a transição. Após essa data, valerão apenas os de papel. Ao mesmo tempo, a Urbs vai convocar as empresas a fazerem o cadastro de seus funcionários para o uso do cartão. (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)