Brasília – O líder do PSB na Câmara, Renato Casagrande (ES), deve apresentar hoje à tarde mais um projeto para acabar com o pagamento de extras a funcionários do Congresso, quando houver convocação extraordinária. Casagrande é autor de uma proposta semelhante que leva a cabo os extras para parlamentares e que deverá ser votada hoje, em plenário.

Assessores técnicos dele concluíram que R$ 37 milhões dos gastos se referem ao pagamento de extras aos funcionários.