Porto Alegre – O governo federal vai recorrer da decisão da Justiça Federal de Pelotas (RS) que permitiu a reabertura de duas casas de bingos na cidade. A garantia é do procurador da república no município, Carlos Augusto da Silva Cazarré. Os dois bingos reabriram suas portas amparados por uma liminar concedida pelo juiz da 2ª Vara Federal de Pelotas, Adriano Erivaldo de Oliveira.

Na primeira decisão judicial no estado favorável às casas desde que o governo proibiu seu funcionamento no país, o juíz disse ter entendido que o tema não foi considerado de urgência pelo Congresso Nacional, já que a medida provisória não foi apreciada em 30 dias. Ele também considerou o prejuízo dos donos dos bingos, que estão pagando os salários dos funcionários mesmo sem operar.

Segundo a Procuradoria da república, outros três bingos de Pelotas já entraram na Justiça tentando obter liminar para o funcionamento. No Rio Grande do Sul, cerca de 8 mil trabalhadores atuam nos 100 bingos espalhados na capital e interior.