A Sanepar e a prefeitura de Cascavel deram início às obras de ampliação dos sistemas de água e de esgoto sanitário na cidade, nesta terça-feira (15). Os investimentos são da ordem de R$ 24 milhões, com recursos da Caixa Econômica Federal e da Sanepar. As obras vão elevar o índice de atendimento de esgoto de 44,34% para 60% e ampliar em 23% a capacidade de reservação da cidade.

Para o sistema de esgoto serão aplicados R$ 19 milhões. A primeira etapa de obras vai contemplar o bairro Santa Cruz, onde serão implantados 58 mil metros de redes coletoras de esgoto e mais de 2,4 mil ligações prediais, que vão estender os serviços de esgotamento sanitário para cerca de 10 mil moradores. O prefeito Lisias Tomé ressaltou a importância das obras e das parcerias firmadas com a Sanepar. "Entre outras melhorias, as áreas de fundos de vale serão adequadas para se transformarem em locais de lazer para a população", afirmou.

Moradores

Para a zeladora Odenir de Lima Schimitt, a obra vem em boa hora. "A fossa em casa está quase cheia e, para poder limpá-la, tenho que gastar quase R$ 140,00", disse. Os moradores do Conjunto Mutirão também festejaram a chegada da rede de esgoto. Os terrenos não suportam mais a perfuração de fossas ou sumidouros.

Mais seis frentes de trabalho terão início ainda este ano. O segundo lote de obras vai atender à população dos bairros Parque Verde, Vila Dione, Santo Onofre, Bom Jesus, Esmeralda e Alto Alegre. Na terceira etapa, a Sanepar vai ampliar e realizar obras de melhorias na Estação de Tratamento de Esgoto Norte, na saída para Toledo. Somente para essa obra serão aplicados R$ 4,6 milhões.

Nas etapas seguintes, as redes coletoras chegam aos bairros Claudete, Cancelli, Country, Canadá, Nova York, Pacaembu, XIV de Novembro, Pioneiros Catarinenses, Jardim Quebec, Floresta, Clarito e Consolata. Além das redes, uma nova estação de tratamento vai ser implantada na Região Leste da cidade, na bacia do Rio Melissa.

Até o final de 2006, Cascavel terá ampliado em 203 mil metros as redes de esgoto e em 8.174 o número de ligações. O volume de obras vai gerar 2.845 empregos diretos e indiretos e vai beneficiar cerca de 80 mil pessoas. "A Sanepar, com este contrato de concessão, assume o compromisso de levar o índice de atendimento de esgoto da cidade para 80%, até 2010. Estamos a caminho de uma grande vitória que é a universalização do serviço de esgoto", destacou o presidente da companhia, Stênio Jacob.

Abastecimento com água

Cascavel ganha também dois novos reservatórios: um no bairro Santa Cruz e outro no bairro São Cristóvão, que podem atender a 110 mil moradores da área urbana. Cada unidade tem capacidade para armazenar 2,5 milhões de litros de água. Com essas obras, Cascavel aumenta em 23% a sua capacidade de reservação, aumentando para 26,9 milhões de litros de água. "O grande responsável pela melhoria da qualidade da água de Cascavel é o governador Roberto Requião", afirmou o prefeito. Para reforçar e melhorar o sistema de água, serão implantados, ainda, 12.755 metros de redes de distribuição. Para essas obras estão sendo investidos mais de R$ 2,8 milhões.

Com licitação prevista para maio, serão instalados mais dois poços artesianos e mais duas estações elevatórias de água, com o objetivo de ampliar em mais sete mil litros por hora a capacidade de produção. A Caixa já liberou recursos de R$ 1,8 milhão para a execução dessa ampliação. As melhorias no sistema de abastecimento de água vão gerar cerca de 700 empregos, entre diretos e indiretos.