Foto por: Thomas Coex

Para o goleiro da seleção espanhola, Iker Casillas, que com duas defesas magistrais tornou possível neste domingo a vitória da Espanha na final da Copa, conquistar o título mundial “foi sensacional”.

Para o goleiro do Real Madrid, foi “um momento histórico para o futebol espanhol” e admitiu que “não estamos ainda conscientes do que conquistamos. Nos daremos conta com o tempo”, acrescentou.

“É o que sonhávamos desde crianças. É um momento particular. Muito mais emocionante que a Eurocopa”, acrescentou o jogador.

“Não foi fácil, mas por sorte conseguimos ganhar”, admitiu o goleiro, que já é conhecido como “o santo” pelos “milagres” que faz no gol.

“Não sou um santo. Tenho muita experiência. Recebi muito. Penso agora em meus pais, meus irmãos, meus amigos… minha namorada”.

A namorada de Casillas, Sara Carbonero, é jornalista da rede de televisão Telecinco.

Foto por: Thomas Coex

Para o goleiro da seleção espanhola, Iker Casillas, que com duas defesas magistrais tornou possível neste domingo a vitória da Espanha na final da Copa, conquistar o título mundial “foi sensacional”.

Para o goleiro do Real Madrid, foi “um momento histórico para o futebol espanhol” e admitiu que “não estamos ainda conscientes do que conquistamos. Nos daremos conta com o tempo”, acrescentou.

“É o que sonhávamos desde crianças. É um momento particular. Muito mais emocionante que a Eurocopa”, acrescentou o jogador.

“Não foi fácil, mas por sorte conseguimos ganhar”, admitiu o goleiro, que já é conhecido como “o santo” pelos “milagres” que faz no gol.

“Não sou um santo. Tenho muita experiência. Recebi muito. Penso agora em meus pais, meus irmãos, meus amigos… minha namorada”.

A namorada de Casillas, Sara Carbonero, é jornalista da rede de televisão Telecinco.