Localizado em um ponto estratégico, para ficar mais perto da população carente, o Centro da Juventude, em Paranavaí, Noroeste do Paraná, oferece cursos de música, pintura em tecido, desenho, artes marciais, informática, manicura e cabeleireiro a jovens de 15 a 17 anos. Entre os 120 jovens atendidos pelo Centro, cerca de 15 integram o programa Agente Jovem, que é monitorado no Paraná pela Secretaria do Trabalho, Emprego e Promoção Social.

O programa recebe adolescentes em situação de risco, encaminhados por escolas e pelo Conselho Tutelar, ou que estejam cumprindo alguma medida sócio-educativa, como a de liberdade assistida ou prestação de serviços à comunidade.

Além dos cursos oferecidos pelo Centro da Juventude, o agente jovem freqüenta as atividades do chamado Núcleo Básico, que aborda temas das áreas de saúde, cidadania e meio ambiente. ?Após serem tratados em sala de aula, já buscamos uma aplicação prática para o tema, através de trabalhos, palestras e excursões. O último trabalho que desenvolvemos foi uma cartilha que aborda o tema da gravidez precoce, com ilustrações e texto dos próprios adolescentes, que são distribuídas nas feiras da cidade, como a de Saúde. Assim, eles levam o conhecimento também para outros jovens da comunidade?, diz a coordenadora do Centro da Juventude, Márcia Fadel Tostes.

Segundo ela, muitos adolescentes procuram o Centro por vontade própria e tem o apoio dos pais, que vêem o espaço como oportunidade para o aprendizado de uma futura profissão e ainda de desenvolvimento em um ambiente saudável, longe das drogas ou criminalidade.

Há alguns destaques entre os adolescentes que fazem parte do programa, como Magaiver, de 19 anos. Ele foi agente jovem e hoje é instrutor de informática do Centro da Juventude, contratado pela prefeitura de Paranavaí. ?É uma maneira de retribuir tudo de bom que recebi no centro, repassando meus conhecimentos a outros jovens da comunidade?, diz Magaiver.

O adolescente que faz parte do programa tem direito a participar dos cursos e recebe uma bolsa no valor de R$ 65 e deve estar matriculado em alguma escola de ensino fundamental ou médio.

Serviço
Informações sobre o programa acesse o site www.assistenciasocial.gov.br