O Centro de Detenção e Ressocialização de Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba, está previsto para ser inaugurado em março, conforme anunciou o secretário da Justiça e da Cidadania, desembargador Jair Ramos Braga, na reunião da operação ?Mãos Limpas? desta segunda-feira (16). ?O setor de Engenharia do Departamento Penitenciário (Depen) me informou que as obras dessa unidade estarão concluídas em dois meses e posteriormente as Cascavel e Londrina também serão finalizadas?, completou Braga.

O CDR de Piraquara é uma unidade de regime fechado, com capacidade para abrigar 960 presos, sendo 600 provisórios, 264 condenados e 96 em regime especial. Construído numa área de 10 mil metros quadrados, o Centro teve investimento de aproximadamente R$ 11,5 milhões, com concepção arquitetônica de forma compacta, reduzindo o custo, com setores de saúde, canteiros de trabalho, salas de aula e pátios com áreas isoladas, dos presos com penas em regimes diferenciados.

As unidades de Cascavel e Londrina também são denominadas Centro de Detenção e Ressocialização. A Secretaria da Justiça e da Cidadania deve criar cerca de novas nove mil vagas no Sistema Penitenciário do Paraná, com a construção, reforma e ampliação prevista para esse ano em todo o estado, incluindo a unidade federal de Catanduvas.