Ao meio-dia em ponto de hoje, o tradicional bloco carnavalesco Virgens do Bairro Novo saiu pelas ruas de Olinda, no último final de semana de pré-carnaval. Apesar do calor insuportável e do sol forte, aproximadamente 1,5 milhão de pessoas seguiram as Virgens, bloco irreverente formado por centenas de homens vestidos de mulher. Tinha de tudo um pouco: noivas, odaliscas, diaristas e até algumas fantasias, digamos, mais sensuais.

O desfile foi acompanhado por músicos, que executaram todo tipo de frevos, marchinhas, entre outras canções típicas da época. Logo atrás, vieram trios elétricos, que descaracterizaram um pouco a folia olindense fazendo alarde com os axés baianos.

Durante o percurso, houve focos de briga e empurra-empurra, que não chegaram a ter conseqüências mais graves, porque eram controlados logo pela polícia, que, este ano, segundo a prefeitura, contou com reforço no efetivo.

Fundado em 1953 por freqüentadores da orla marítima de Olinda, o Virgens do Bairro Novo desfila tradicionalmente no domingo que antecede o carnaval. No decorrer do desfile, realiza-se um concurso para escolher os destaques em várias categorias, incluindo a mais charmosa e a mais sapeca.