O Paraná fechou o ano de 2001 com 348.249 crianças com idade entre 5 e 17 anos trabalhando. Desse total, 52,4% (182.638) não eram remuneradas. O Estado é o oitavo do País em quantidade de trabalhadores infantis, só perdendo para São Paulo, Bahia, Minas Gerais, Ceará, Rio Grande do Sul, Pernambuco e Maranhão. Os dados fazem parte da pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em conjunto com a OIT (Organização Mundial do Trabalho) divulgada hoje. (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)