A Controladoria-Geral da União (CGU) deve divulgar hoje à tarde um novo relatório parcial da auditoria realizada na Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT). A CGU está apurando denúncia de irregularidades nos contratos e licitações feitas pelos Correios.

Em maio, foi divulgada uma fita de vídeo em que o ex-chefe do Departamento de Contratação e Administração de Material da estatal, Maurício Marinho, aparece recebendo propina. Indicado pelo PTB, Marinho afirmou na gravação que o esquema de corrupção nos Correios serviria para garantir recursos para o partido.

O primeiro relatório parcial da auditoria, divulgado no dia 12 de julho, identificou irregularidades na maioria dos 69 contratos e licitações analisados. Ao todo, serão analisados 600 contratos e mais de 400 licitações realizadas desde 1999.