O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, entrou no plenário da Assembléia Legislativa do Rio (Alerj) às 18h45 de hoje, para receber a medalha Tiradentes. O presidente venezuelano foi saudado pelas galerias, lotadas de militantes de partidos de esquerda e de integrantes de centrais sindicais. Durante a cerimônia, foi executado o hino da Venezuela e, em seguida, o do Brasil.

Chávez ouviu o hino brasileiro com a mão no peito e de olhos fechados. Depois, passou a observar as galerias e demonstrava tentar ler as faixas de apoio a ele, escritas em português. Ao fim do hino, ele aplaudiu com entusiasmo e deu socos no ar, em comemoração. Num determinado momento, os manifestantes entoaram palavras de ordem – como "o povo unido/ jamais será vencido" – e Chávez tentou acompanhá-los.