A polícia prendeu nesta sexta-feira (11) dois integrantes da facção criminosa PCC, acusados de vários ataques contra as forças de segurança e de incêndios contra ônibus, em Santos, no litoral sul de São Paulo. Um dos acusados, Marcos Antônio Pedroso Arcanjo, de 23 anos, o Mucambo, foi preso em Ilhabela. O outro, Rafael da Silva Martins de 23, o Marrom, foi capturado no Boqueirão, em Santos.

Marcos Antônio, responsável por ataques da facção ocorridos contra três ônibus em maio, estava com prisão provisória decretada pela Justiça. Ele possui passagens por tráfico de drogas e comandava as ações do PCC em São Vicente. O preso também está envolvido em tentativa de resgate no CDP de São Vicente.

Participaram da tentativa de resgate Fábio Fonseca, o Sorriso, Lucas Santiago Gomes Ferreira, o Lagarto, (ambos presos) e Edmar Barbosa dos Santos, o Índio Cobam. Esse último foi morto na madrugada de ontem, em confronto com a Polícia Civil da Praia Grande.

Já Rafael comandava o tráfico de drogas no Guarujá e também é acusado pelos ataques desencadeados pelo PCC, em maio. Ele estava com prisão preventiva decretada pela Justiça.