Foto por: Roberto Schmidt

Os jogadores do Chile, que foram goleados pelo Brasil nesta segunda-feira, por 3 a 0, nas oitavas de final da Copa do Mundo, destacaram que cumpriram seu dever no torneio, e que perderam apenas para os melhores do mundo.

Após a partida disputada no estádio Ellis Park de Johannesburgo, vários jogadores salientaram a sensação do “dever cumprido” e que perderam para “os melhores do mundo”, em referência a Brasil e Espanha (2-1 na primeira fase).

“Sinto que fizemos tudo e que não traímos nossa maneira de jogar. Nos coube perder para os melhores do mundo, Espanha e Brasil”, disse o volante Jorge ‘El Mago’ Valdivia, que entrou no segundo tempo para dar mais poder ofensivo à seleção de Marcelo Bielsa.

“Vamos embora com um resultado que, talvez, não seja merecido para nossa despedida”.

O volante Jean Beausejour destacou que “não podemos dizer que jogamos bem quando perdemos por três gols, mas por vários momentos conseguimos fazer o que queríamos”. “Lamentavelmente, contra o Brasil, pela qualidade de seus jogadores, não podíamos falhar, mas falhamos”.

Para Beausejour, o Brasil é o favorito ao título, porque “o favoritismo se confirma em campo e fazem isto a cada partida”.

O defensor Gonzalo Jara estimou que neste Mundial o Chile “tirou boas conclusões (…) e isto deve nos servir de experiência. Vamos embora tranquilos pelo futebol que mostramos”.

“Sabíamos que nosso adversário nas oitavas era muito difícil, mas tínhamos a esperança de jogar de igual para igual e de poder ganhar. Não deu, mas fica a tranquilidade de que jogamos bem este Mundial”.