Brasília – O presidente da Câmara, deputado Arlindo Chinaglia, não acha que será possível votar o fim da reeleição para as eleições municipais no próximo ano. ?Acho difícil. E eu não creio que haja tempo para isso?, disse. Segundo ele, o assunto não é unanimidade na casa, mas adiantou que é contrário à reeleição.

?Quando foi aprovada a reeleição no Congresso, votei contra. Acho que aquilo foi uma medida que tinha um sabor conjuntural, atendia à época aos interesses do então presidente da República. E eu continuo contra, independentemente de haver ou não acordo entre os partidos da base do governo ou de oposição?, afirmou.

Segundo Chinaglia, a reeleição beneficia quem está no cargo. ?É uma posição, eu diria filosófica, porque eu creio que quem está no cargo, inapelavelmente, se beneficia. E eu temo que isso não se traduza em um pleito absolutamente democrático. Portanto, sempre fui contra e continuo contra o instituto de reeleição para o Poder Executivo?, afirmou.