As famílias vítimas do alagamento provocado pela forte chuva que caiu sexta-feira (22) ainda estão contabilizando os prejuízos que tiveram com a água que invadiu casas e provocou pânico e destruição. A Prefeitura de Ribeirão Claro apresentou, ainda na manhã de sábado, um relatório completo da situação. Ao todo, 48 casas foram invadidas, deixando 193 pessoas desabrigadas. A área de inundação corresponde a 10290 m². Segundo a prefeitura da cidade, não houve registro de feridos.

A chuva provocou a cheia do Ribeirão Claro, que corta a cidade. As famílias moradoras do bairro Canto do Rio passaram momentos de tensão e medo. Muitas perderam tudo o que tinham. O prefeito Francisco Carlos Molini (Kiko) já entrou em contato com autoridades estaduais para providenciar o atendimento às vítimas.

Segundo ele, esta foi a maior inundação ocorrida em Ribeirão Claro a que se tem notícia. ?Eu morei mais de trinta anos naquela região da cidade e nunca vi algo semelhante. Foi assustador!?, enfatiza.

Além de invadir casas, a chuva provocou destruição em vários locais da cidade. Na zona Urbana, 4 das cinco pontes foram danificadas e deverão ser reconstruídas. Uma sofreu pequenas avarias, mas foi consertada ainda na tarde de sábado. Na zona rural, vários locais também sofreram com a chuva. No balneário da Cachoeira, principal ponto turístico do Norte Pioneiro, a estrada nova que liga aquela região à rodovia PR-151 foi interditada. O asfalto novo que esta sendo construído, e que ainda não foi inaugurado, teve cerca de 60 metros arrancados pela água. Outros pontos de alagamento também foram identificados na Vila Carlos Storti, mas nenhuma Casa chegou a ficar danificada ou alguma família desabrigada.

Ainda no sábado, a comunidade se uniu para prestar solidariedade às vítimas. Uma campanha realizada às pressas pela Prefeitura de Ribeirão Claro conseguiu arrecadar Grande quantidade de roupas, alimentos e colchões. A maioria das vítimas ainda não tem onde dormir. Por isso, a Prefeitura intensifica a campanha nos próximos dias, sobretudo com o propósito de arrecadar móveis e colchões. As doações podem ser encaminhadas à Prefeitura de Ribeirão Claro (fone: (43) 3536-1300 ) ou no Sindicato Rural (fone: (43) 3536-1295 ).