João de Noronha / GPP
João de Noronha / GPP

Nos três estados do Sul, a chuva poderá vir acompanhada de descargas elétricas e de rajadas de vento de até 60 km/hora.

Brasília ? A Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec), do Ministério da Integração Nacional, alerta, para chuva forte nesta sexta-feira (19) em boa parte do Paraná, no oeste de Santa Catarina e no centro-sul do Rio Grande do Sul. Amanhã (20/01), a chuva persistirá no Paraná e atingirá todas as regiões de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul. Entre hoje e domingo (19 a 21/01), a chuva atingirá Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais.

A Sedec não descarta a possibilidade de granizo localizado nos estados da região Sul e informa que em alguns momentos a chuva poderá vir acompanhada de descargas elétricas e de rajadas de vento de até 60 km/hora em Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, São Paulo, sul e oeste do Mato Grosso, sul de Goiás e Triângulo Mineiro, Alto São Francisco, Metalúrgica/Campos das Vertentes e sul de Minas Gerais. Portanto, a Sedec orienta a população a evitar áreas de alagamento e locais com pouca ou nenhuma proteção contra raios e ventos fortes. Alerta-se, também, para o risco de deslizamento de encostas, morros e barreiras.

A Sedec recomenda atenção especial e redobrada nas áreas de encostas e morros dos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais, pois devido as freqüentes chuvas o solo está bastante encharcado, o que aumenta o risco de deslizamento.

O objetivo da Sedec com a divulgação de alertas é evitar a perda de vidas, danos ao patrimônio e ao meio ambiente e estimular a população, governos e municípios a adotarem medidas preventivas. Informações do Centro de Previsão de Tempo (Cptec) e do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) serviram de base para os alertas enviados ao Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná. Os estados do Mato Grosso e de Goiás tiveram seus alertas baseados em informações do Cptec.