De acordo com avaliação feita esta manhã pela Defesa Civil do Paraná, as chuvas
de granizo e o vendaval que atingiram a região metropolitana de Curitiba e o
litoral paranaense neste final de semana causaram estragos em nove municípios.
Segundo o tenente Gílson Mattos, que está coordenando as ações da Defesa Civil ,
os mais afetados foram Guaratuba, onde já estão cadastradas 3.021 famílias para
serem atendidas com lonas, cobertores e colchões, e o município de Tijucas do
Sul, com 387 cadastrados e Mandirituba, com 200.

A Defesa Civil está
providenciando, de acordo com o tenente, também telhas de fibras para doar às
famílias mais carentes. Em Tijucas do Sul, a 60 quilômetros de Curitiba, a
Prefeitura Municipal decretou estado de emergência e as aulas que começariam
hoje tiveram que ser suspensas, porque as escolas estão servindo de abrigo para
as famílias que tiveram suas casas destelhadas.

Segundo o meteorologista
Cezar Duquia, do Instituto Tecnológico Simepar, não deve chover nos próximos
quatro dias devido a massa de ar frio e seco que atinge a região. Mas essa massa
possibilita a formação de geadas na maioria das regiões paranaenses. Em Palmas,
a temperatura na madrugada de hoje chegou a 2.2 graus Celsius negativos, e em
Guarapuava os termômetros marcaram meio grau Celsius negativo. Em Curitiba a
mínima até o momento foi de 5 graus.