Ao sair de uma reunião de quase duas horas com o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva, o candidato derrotado Ciro Gomes (PPS) afirmou que Lula pediu que o partido continuasse ajudando o PT, como fez ao dar seu apoio no segundo turno das eleições presidenciais. Ciro respondeu que a manutenção do apoio é a inclinação do PPS e que no domingo, quando acontece em Brasília a reunião do Diretório Nacional do PPS, o partido vai formalizar uma posição sobre como colaborar para que o Brasil dê certo. Perguntado sobre se aceitaria algum cargo no ministério de Lula, Ciro Gomes desconversou, bem humorado: ?O lugar que quero é fiscal de praia em Fortaleza?.