Com a entrada em vigor do novo Código Brasileiro de Justiça Desportiva, a partir do dia 1º de janeiro, os clubes estarão sujeitos a inspeções de surpresa durante o treinamento, mesmo que não estejam disputando campeonatos, para realização de exame antidoping.

Caso um atleta seja flagrado no exame, ele será suspenso imediatamente, é o que informa o presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Luiz Zveiter, um dos autores do novo código, aprovado nesta segunda-feira pelo Conselho Nacional de Esporte, presidido pelo ministro Agnelo Queiroz.

Segundo Luiz Zveiter, o código também pune mais severamente o clube que escalar o jogador irregularmente: ele perderá os pontos em dobro. A regra se aplica também a outras modalidades esportivas como basquete, vôlei e futsal. (Correio Web)