O Produto Interno Bruto (PIB) da agropecuária deverá atingir R$ 127,95 bilhões em 2003, um crescimento de apenas 1,72% na comparação com os R$ 125,79 bilhões registrados no ano passado. A projeção é do Departamento Econômico (Decon) da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), com base na variação dos indicadores do setor nos dois primeiros meses do ano. A queda de renda da pecuária em 1,24% no primeiro bimestre deste ano reduz as perspectivas de crescimento de todo o setor rural para 2003, diz o documento.

Segundo a CNA, os pecuaristas enfrentaram entre janeiro e fevereiro o impacto da alta dos insumos (produtos veterinários, farelos de soja e de milho, utilizados na alimentação animal) e queda de preços recebidos da indústria. Somente em fevereiro, a queda de renda da pecuária foi de 1,47%, anulando o resultado positivo de janeiro. Com isso, o PIB do sub-setor da pecuária deve fechar 2003 em R$ 52,41 bilhões (contra R$ 53,07 bilhões em 2002).