O presidente da Confederação Nacional das Indústrias (CNI), deputado federal Armando Monteiro Neto (PTB-PE) encaminha na próxima semana a proposta de agenda mínima para os presidentes do Senado, Renan Calheiros, da Câmara Severino Cavalcanti, para os líderes dos partidos no Congresso e para os presidentes de todas as legendas.

Pela manhã, a agenda mínima, cujo texto final foi fechado ontem à noite em São Paulo, foi entregue ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ontem à noite, Monteiro afirmou que o Brasil vive uma crise de grandes proporções, que ameaça paralisar o governo e o Congresso Nacional, com inevitáveis reflexos negativos da economia nacional.

"Em momentos graves como esse, é imprescindível definir uma agenda que assegure condições mínimas de governabilidade ao País e segurança para a atividade econômica", afirmou.