O tele-atendimento gratuito da Cohapar – Companhia de Habitação do Paraná – estará disponível para mutuários de todo o estado a partir desta segunda-feira (24). O serviço funciona pelo telefone 0800 645 0055 de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 19h30. Não é possível acessar o serviço por meio de telefones celulares.

O serviço já funciona nas regiões de Curitiba, Francisco Beltrão, Guarapuava, Paranavaí e União da Vitória. Diariamente, o 0800 da Cohapar recebe cerca de 150 ligações. Com a ampliação do serviço, a expectativa é que o número dobre para 300 telefonemas diários.

Além de proporcionar mais qualidade no atendimento ao mutuário, a Cohapar obteve um retorno financeiro significativo. Com a implantação do tele-atendimento, a companhia conseguiu aumentar a arrecadação mensal em cerca de R$ 80 mil.

?O tele-atendimento gratuito é um marco na evolução da Cohapar, pois proporciona comodidade aos nossos mutuários, que não precisam mais se deslocar a um dos 12 escritórios regionais para receber informações básicas?, explica o presidente Luiz Claudio Romanelli.

De acordo com o diretor administrativo-financeiro, Nivaldo Pinheiro Francisco, a medida faz parte de uma política de recuperação de créditos implantada pela empresa em 2003. ?Seguimos uma tendência entre as grandes empresas e proporcionamos mais conforto aos nossos mutuários com a criação de um canal direto de atendimento?, afirma.

Segundo o diretor, como parte dessa política, a Cohapar também promoverá sorteio de prêmios aos mutuários que estiverem em dia e premiará funcionários que se destacam no setor de arrecadação.

Com o 0800 diminuiu também a sobrecarga de trabalho no setor imobiliário nos escritórios regionais da Cohapar. ?Agora, nosso pessoal no interior do estado pode fazer um trabalho mais eficaz na cobrança de créditos?, o gerente da Divisão de Arrecadação da Cohapar, Luiz Roberto Gonçalves.

Como funciona

O tele-atendimento da Cohapar tem uma equipe de oito atendentes e um supervisor, todos baseados em Curitiba. Por medida de segurança, todas as ligações são gravadas e, quando o problema não é resolvido pela atendente, as questões são repassadas ao supervisor.

?Os horários de pico são das 9h30 às 11h30 pela manhã e das 14h às 16h30 à tarde?, informa o supervisor do tele-atendimento, Marcelo De Lucca. ?Às vezes não é possível atender toda a demanda. Caso o mutuário não consiga ser atendido, recomendamos que faça as ligações fora dos horários mais procurados?, diz De Lucca.

As solicitações mais freqüentes são pedidos de 2ª via do bloqueto de pagamento, informações sobre o valor do débito, saldo devedor, andamento do processo de financiamento e a documentação para transferência. O tempo de resposta aos pedidos dos mutuários é de, no máximo, cinco dias úteis.