Volta Redonda (AE) – O Fluminense iniciou a partida contra o Paraná sonhando em vencer para tentar ser o líder isolado do Campeonato Brasileiro. Mas a surpreendente derrota, por 1 a 0 , neste sábado, em Volta Redonda, jogou o time carioca em uma realidade mais dura. Principalmente, porque após o término da décima rodada, o time carioca poderá despencar até para o quarto lugar na tabela de classificação. O gol da vitória do Paraná foi marcado por Renaldo, aos 16 minutos do segundo tempo.

No primeiro tempo, os atacantes Leandro, do Fluminense, e Borges, do Paraná, foram os responsáveis pela ausência de gols. Ambos os jogadores desperdiçaram duas oportunidades de colocar suas equipes em vantagem, em lances que mostraram ausência de qualidade técnica.

A necessidade de vencer, por atuar em casa, obrigou o técnico do Fluminense, Abel Braga, a fazer modificações e montar um time ofensivo para o segundo tempo. A equipe passou a atuar na formação 3-3-4, criou mais oportunidades, sacrificou o setor defensivo e acabou penalizada.

Aos 16 minutos, o Paraná marcou o gol da vitória. Mário César, ex-jogador do Volta Redonda, dono do Estádio da Cidadania, substituiu Thiago Neves. Em sua primeira jogada, cruzou a bola pela esquerda e o atacante Renaldo, de cabeça, marcou e assegurou o triunfo paranaense. Com o resultado, o Fluminense permaneceu com 20 pontos na tabela de classificação do Brasileiro, enquanto o Paraná totalizou 15.

FICHA TÉCNICA:

FLUMINESE 0X 1 PARANÁ

GOL – Renaldo, aos 16 minutos do segundo tempo.

FLUMINENSE – Kléber; Gabriel, Igor, Zé Carlos e Juan; Marcão, Preto Casagrande (Schnneider), Radamés (Beto) e Juninho (Léo Guerra); Rodrigo Tiuí e Leandro. TÉCNICO – Abel Braga.

PARANÁ – Flávio; Daniel Marques, Fernando Lombardi e João Paulo; Neto, Rafael Mussamba, Beto, Thiago Neves (Mário César) e Vicente; Borges (Maicosuel) e Renaldo (André Dias). TÉCNICO – Lori Sandri.

JUIZ – Paulo Cesar Oliveira (SP/FIFA).

CARTÃO AMARELO – Léo Guerra, João Paulo, Beto, Fernando Lombardi e Leandro.

RENDA – R$ 130.240,00.

PÚBLICO – 13.072 torcedores pagantes.

LOCAL – Estádio da Cidadania, em Volta Redonda.