Bispos católicos americanos poderão pedir ao Vaticano o afastamento de qualquer religioso que abusar sexualmente de uma criança ano futuro, e aqueles que molestaram apenas uma vez no passado poderão continuar no ministério sob certas condições, recomendou hoje (04) um painel da igreja.

Segundo o plano, clérigos que abusaram de mais de uma criança no passado também poderão ser removidos e tais violações deverão ser reportadas imediatamente às autoridades. Ele também contém pedidos de desculpas às vítimas e enfatiza o comprometimento dos bispos com reformas.

As propostas estão contidas em um muito aguardado relatório feito pelo Comitê Sobre Abuso Sexual Ad Hoc, cujo plano agora será levado à votação quando os bispos de todos os Estados Unidos se reunirem entre 13 e 15 deste mês em Dallas.

O relatório deixa os bispos abertos para ataques daqueles que pregam uma política de ?tolerância zero? para com os abusos sexuais na igreja, o que representa a remoção de todos os religiosos acusados no passados e de todos que forem pegos no futuro. (Fonte:AP)