As empresas aéreas suspenderam a venda de passagens para hoje devido aos problemas nos aeroportos e à falta de informações. Os atrasos persistem nos principais aeroportos do País. Em São Paulo, muitos passageiros que passaram a noite nos saguões permaneciam até às 8 horas de hoje esperando o embarque. Em Brasília, o Aeroporto Juscelino Kubitschek tinha filas enormes, principalmente nos balcões da TAM e da Gol. Ontem, uma pane nos equipamentos de rádio que fazem comunicação entre aviões e o centro de controle de vôo de Brasília, o Cindacta-1, provocou um grande caos nos aeroportos brasileiros.