Brasília – Nos meses de agosto e setembro do ano passado, 77% das crianças e adolescentes de 6 a 15 anos que recebem recursos do programa Bolsa Família tiveram a freqüência escolar acompanhada pelo Ministério da Educação (MEC).

O número ultrapassou a meta do programa, que era chegar ao fim do ano com 70% do acompanhamento da freqüência escolar. "Ultrapassamos a meta, o que é essencial para que possamos quebrar a desigualdade entre gerações investindo na educação", afirmou o secretário executivo do ministério, Jairo Jorge da Silva.

Dos 5.562 municípios brasileiros, apenas 15 deixaram de repassar os dados ao ministério. O número de escolas que informaram a freqüência dos alunos beneficiados pelo programa passou de 80% no levantamento anterior para 90,8% do total.

A freqüência escolar de pelo 85% de cada criança inscrita no Bolsa Família é uma das condições para receber o benefício. Atualmente, o programa atende 13,3 milhões de crianças com idade entre 6 e 15 anos.