Serão inauguradas nesta quarta-feira (18) as novas instalações do Serviço de Atendimento Social ? SAS, de Pato Branco, que passaram por reformas desde outubro de 2005. As mudanças no prédio foram realizadas para adaptar o espaço à nova proposta de atendimento ao adolescente infrator.

O secretário do Trabalho, Emprego e Promoção Social, Padre Roque Zimmermann, disse que as reformas fazem parte da reestruturação física nos centros de recuperação do menor em conflito com a lei. Em todo o Estado, foi feita uma avaliação das condições de cada um dos estabelecimentos e, desde 2003, estão sendo feitas reformas e ampliações.

?Hoje temos condições de acolher e dar atendimento um pouco melhor para esses menores, que podem exercer atividades educativas e ressocializadoras, sem dúvida o nosso maior objetivo?, afirma.

Os SAS são unidades que recebem adolescentes infratores em regime de internação provisória por um período de, no máximo, 45 dias. A reforma na unidade de Pato Branco durou cerca de 3 meses e recebeu investimento do Estado no valor de R$ 96 mil. O prédio tem capacidade para 18 adolescentes, sendo 12 vagas para meninos e 6 para meninas de Pato Branco e região. ?A gente tem mantido, desde maio, a regularidade entre 10 e 16 adolescentes?, calcula o diretor do SAS de Pato Branco, Carlos Alberto Hoster.

Ainda sobre a unidade de Pato Branco, Padre Roque fez questão de destacar que as reformas abrem espaço para atividades que, antes, não eram realizadas, por falta de estrutura. ?Hoje não é o ideal ainda porque é uma estrutura muito antiga, mas de qualquer forma, a partir de agora, os adolescentes vão ter, pelo menos, alguns espaços como sala de informática, sala de aula, espaço de lazer e espaço para tomarem sol. Tudo melhor do que tiveram até então?, concluiu.