“Um Navio no Espaço Ou Ana Cristina César” faz a última apresentação neste sábado (27), às 21 horas. Com cerca de 90% do texto extraído de poemas, prosa, cartas e diários de Ana Cristina César, o espetáculo traz à tona sua busca, suas angústias, suas inquietações e seus enigmas. O videografismo e a animação simulam a produção em tempo real de desenhos, manuscritos e originais feitos na máquina de escrever, o processo febril de criação da poetisa.

Cegueira e outras fragilidades da visão, desorganização da fala ou perda da capacidade auditiva unem de forma sutil quatro universos imaginários, reflexos de outras formas de pensamento, memória e cognição em “O Ruído Branco da Palavra Noite”. A peça aborda a inadequação da linguagem e retrata caminhos alternativos das relações interpessoais.

Com um texto rimado, cheio de humor e uma montagem que mistura atores e mamulengos (fantoches típicos de Pernambuco), a peça “Farsa da Boa Preguiça” indicada para todas as idades, narra a história de Joaquim Simão, poeta de cordel, pobre e preguiçoso, que só pensa em dormir. Joaquim é casado com Nevinha, mulher religiosa e dedicada ao marido e aos filhos. O casal mais rico da cidade, Aderaldo Catacão e Clarabela, possui um relacionamento aberto. Aderaldo é apaixonado por Nevinha e Clarabela quer conquistar Joaquim Simão.

A adaptação do texto clássico de Nelson Rodrigues, “Álbum de Família”, nesta montagem ganha ares dos engenhos e canaviais do Nordeste brasileiro. Com referencias também a Gilberto Freyre, esta peça mostra um estudo sobre a família patriarcal brasileira. O espetáculo será encenado num espaço dentro da Arena da Baixada – Horários a confirmar.

“Rebu” é uma peça de época com ares cinematográficos num tom de tragicomédia. O clima faz alusão a um set de filmagem e a trama se passa no fim do século XIX. Apesar disto, a peça não usa recursos técnicos como projeções e afins como se poderia pensar. Matias e Bianca são recém-casados e moram numa casa isolada em meio a um campo descampado. O jovem casal prepara-se para receber Vladine, irmã adoentada de Matias, que traz com ela seu bem mais precioso: Nataniel, uma espécie de filho. A cautela com a saúde da hóspede faz com que Bianca crie uma rivalidade com ambos.

“Simplesmente Clarice” mostra a trajetória desta mulher, Clarice Lispector, em direção ao entendimento do amor, de seu universo, suas dúvidas e contradições. Uma autora e seus personagens dialogando sobre a vida e morte, criação, Deus, cotidiano, palavra, silêncio, solidão, entrega, inspiração, aceitação e entendimento. O texto é extraído de depoimentos, entrevistas, correspondências de Clarice e trechos dos livros.

Serviço:

Simplesmente Clarice
Datas:27/03 – 21:00, 28/03 – 21:00
Gênero: Drama
Preços: R$ 45,00 e R$ 22,50
Local: Teatro da Reitoria

Um Navio no Espaço Ou Ana Cristina César.
Dias 26 e 27, às 21h
Gênero: Drama
Guairinha
Preços: R$ 45 e R$ 22,50

O Ruído Branco da Palavra Noite
Datas: 27/03 – 21:00, 28/03 – 21:00
Gênero: Drama
Preços: R$ 45,00 e R$ 22,50
Local: Sesc da Esquina

Farsa da Boa Preguiça
Datas: 27/03 – 21:00, 28/03 – 21:00
Gênero: Comédia
Preços: R$ 45,00 e R$ 22,50
Local: Teatro Positivo

Álbum de Família
Datas: 25/03 – 21:00, 26/03 – 21:00, 27/03 – 21:00, 28/03 – 21:00
Gênero: Drama
Preços: R$ 45,00 e R$ 22,50
Local: Arena da Baixada (Piso 4 – Acesso R. Buenos Aires)

Rebu
Datas: 27/03 – 21:00, 28/03 – 21:00
Gênero: Tragicomedia
Preços: R$ 45,00 e R$ 22,50
Local: Teatro Paiol